20/10/2021

Notícia/Colunista

Por Dra. Thais Alvarenga Lopes: a temporada de diarreia e vômitos começou? Socorro!

A Pediatra Dra. Thais Alvarenga Lopes é colunista do site Portal Campo Belo e vai tirar as dúvidas de você leitor(a), o assunto desta coluna será sobre diarreia e vômitos.

 Quem aí já está passando por isso? É só o tempo esquentar, e as gastrenterocolite chegam com tudo.

As famosas “viroses” que podem até virem associadas a febre, se espalham nesta época do ano, principalmente entre os pequenos.

Na sua grande maioria são causadas por vírus, e desta forma, não temos medicação especifica para combater.

Dependemos neste caso da nossa imunidade e dos nossos anticorpos. Por isso, em uma mesma casa, temos cada um com sintomas diferentes (uns mais leves, outros mais graves).

O tratamento baseia-se em medicações sintomáticas. O principal é prevenir a desidratação, complicação mais temida nesta doença, e que aumenta a procura no PS.

A alimentação deve ser saudável, evitando alimentos industrializados que possam agravar ainda mais os sintomas.

É recomendável manter a dieta habitual da criança, só que em intervalos menores e em menores quantidades (aumentar a quantidade de refeições ao dia).

A hidratação é importante, com uso de soro de hidratação oral e líquidos. Refrigerantes, sucos artificiais e sucos adoçados não são indicados, e vão piorar ainda mais os sintomas.

Forçar a alimentação pode provocar vômitos, o que pode ser desastroso. Então respeite o apetite da criança.

Neste período é bem provável que a criança perca peso, mas não se preocupe, que a recuperação também é rápida.

E quando procurar atendimento médico?

  • Vômitos persistentes;
  • Pouco xixi;
  • Prostração excessiva;
  • Febre que persista por mais de 72 horas ( 3 dias);
  • Manchas na pele;
  • Sangue nas fezes;
  • Dor abdominal de forte intensidade.
     

Atenção: a diarreia pode durar até 14 dias, e não significa gravidade. Após este período procure avaliação médica.

Dra. Thaís Alvarenga é Graduada em Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora. Com residência médica em Pediatria pelo Hospital da Polícia Militar de Belo Horizonte.

Veja também