24/09/2021

Notícia/Colunista

Por Dra. Thais Alvarenga Lopes: dor de cabeça em criança, sinais de alerta!

A Pediatra Dra. Thais Alvarenga Lopes é colunista do site Portal Campo Belo e vai tirar as dúvidas de você leitor(a), o assunto desta coluna será sobre dor de cabeça em crianças.

 Não parece, mas é bastante comum. O mais comum são quadros de cefaleia tensional e enxaqueca. Mas também podem ser decorrentes de infecções comuns nesta faixa etária.  Ocorrem em quadros de resfriados, sinusites, viroses, amigdalites, o simples fato de estar com febre pode desencadear alguma dor. Uso frequente de eletrônicos também está presente em grande parte.

Mas quando a cefaleia merece mais atenção é atendimento médico de urgência?

  • Dor que acorda a criança de madrugada
  • Dor de forte intensidade que não alivia com uso de analgésicos.
  • Dor diária que vai piorando com o passar do tempo
  • Dor que vem acompanhada de alterações de marcha e equilíbrio
  • Dor associada a movimentos estranhos dos olhos, visão dupla ou estrabismo.
  • Dor que impede a criança de fazer atividades que mais gosta
  • Dor forte associada a vômitos e/ou manchas na pele.
  • Dor de cabeça em menores de 6 anos.

Todas estas condições merecem uma avaliação mais detalhada e talvez de exames complementares.

 

Dra. Thaís Alvarenga é Graduada em Medicina na Universidade Federal de Juiz de Fora. Com residência médica em Pediatria pelo Hospital da Polícia Militar de Belo Horizonte.

Dra. Thaís realiza atendimentos particulares e pelo convênio com a UNIMED.

Dra. Thais atende na Clínica Vitalle, localizada na Avenida Sete de Setembro, 286, Centro - Campo Belo/MG. Agende a consulta de seu filho(a) pelos telefones (35) 3605-1818 (35) 99976-8810.

autor

Por: Dra. Thaís Alvarenga Lopes

Graduada em Medicina pela  na Universidade Federal de Juiz de Fora.
Com residência médica em Pediatria pelo Hospital da Polícia Militar de Belo Horizonte.

Dra. Thais atende na Clínica Vitalle, localizada na Avenida Sete de Setembro, 286, Centro - Campo Belo/MG. Agende a consulta de seu filho(a) pelos telefones (35) 3605-1818 (35) 99976-8810.

Veja também