01/06/2020

Notícia/Campo Belo

Campo Belo fecha as entradas da cidade durante "feriadão" em São Paulo, veja!

Foto: Campo Belo / Foto: Rick Pádua

A Prefeitura de Campo Belo decidiu fechar as entradas da cidade durante o ‘feriadão’ imposto na capital paulista. Considerando a elevação descontrolada dos casos de transmissão comunitária do Novo Coronavírus (COVID-19) no Estado de São Paulo. Com isso, visitantes e até mesmo parentes de moradores não terão acesso ao município a partir das 12:00 horas desta quarta-feira (20).

Continua após a publicidade

As entradas para o Município de Campo Belo, contarão com barreiras sanitárias fixas e móveis, monitoradas por servidores municipais, juntamente com os órgãos de segurança pública e seguranças privados atuando sob o pálio da autoridade administrativa.

Fica restrito o acesso aos limites do Município por vans, ônibus de turismo e ônibus de linhas interestaduais e intermunicipais de linhas regulares e de fretamento, acesso este que poderá ser liberado após averiguação da equipe de Vigilância Sanitária e Epidemiológica em todos os ocupantes do veículo.

No momento da abordagem realizada nas barreiras sanitárias será obrigatória a apresentação do número de CPF, endereço do domicílio onde ficará hospedado e telefone para contato, bem como deverá atestar ciência das obrigatoriedades por meio de assinatura de um termo de responsabilidade.

Mega-feriado

A decisão de fechar as entradas de Campo Belo surgiu após a oficialização de que São Paulo terá um mega-feriado.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), como medida de aumentar o isolamento social e conter o avanço do novo coronavírus, sancionou o projeto de lei que que permite a antecipação de feriados municipais na capital paulista. O decreto foi publicado no Diário Oficial nesta terça-feira (19).

O feriado prolongado em São Paulo será desta quarta-feira (20) até o domingo (24). Para isso, os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro) serão antecipados para esta quarta (20) e quinta (21). Na sexta-feira (22), será declarado ponto facultativo na cidade.

O governado João Doria (PSDB) também anunciou na segunda-feira (18) que encaminhou à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei para antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25).

De acordo com o presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB), a expectativa é que o projeto seja votado em sessão na quinta-feira (21).

 

CLIQUE AQUI E VEJA O DECRETO NA ÍNTEGRA:

 

 

Veja também