27/09/2020

Notícia/Campo Belo

Das 18 mortes por coronavírus no Brasil, 17 são de pessoas com mais de 60 anos

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou neste sábado (21) que o número de mortes por coronavírus no estado subiu de nove para 15. O estado também tem 34 pacientes em UTI (unidade de terapia intensiva) em decorrência da Covid-19 e 9.000 possíveis casos de infecção pelo novo coronavírus Sars-CoV-2.

Continua após a publicidade

Das 15 mortes, 14 são de pessoas acima de 60 anos -a exceção é um homem de 49 anos que tinha tuberculose. Apenas um deles estava em hospital da rede pública de saúde.

Os novos óbitos são de quatro mulheres (duas de 89 anos, uma 76 e outra de 73 anos) e dois homens (um de 90 e outro de 49, citado acima).

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, uma médica generalista que tinha doenças crônicas e estava internada desde o fim de fevereiro morreu na sexta (20) no Hospital Sancta Maggiore. "Quando ela foi para o hospital, não tinha indício de insuficiência respiratória", disse.

Na sexta (20) à noite, a Prefeitura de Petrópolis, no Rio de Janeiro, anunciou a primeira morte por coronavírus na cidade, a terceira no estado. As duas primeiras mortes pela doença aconteceram nas cidades de Miguel Pereira e Niterói. No total, foram registrados 119 casos, distribuídos entre seis cidades. Dos 119 casos, três resultaram em mortes - todos idosos - nas cidades de Niterói, Miguel Pereira e Petrópolis.

A cidade que mais concentra casos da doença é a capital, com 99 confirmações de Covid-19. Niterói tem dez casos e Petrópolis, três. Barra Mansa, Guapimirim e Miguel Pereira têm um cada. Além disso, foram confirmadas infecções por coronavírus em quatro estrangeiros.

No total, são 18 mortes no país

A vítima de Petrópolis é um homem de 65 anos, que estava internado em hospital privado desde que retornou de viagem ao Egito. Sua esposa, que ainda aguarda resultado do teste, está internada em UTI. O paciente havia entrado na lista de casos confirmados durante a tarde.

Petrópolis tem mais um caso da doença confirmado e investiga outros 24.
O número de casos confirmados da infecção no Brasil subiu de 904 para 1.128 neste sábado (21). Segundo o Ministério da Saúde, a maior parcela de registros está em São Paulo, com 459 casos confirmados, com a maior taxa de mortalidade do país, de 3,3% dos casos.

O Sudeste concentra 56,9% do casos, seguido pelo Nordeste (14,9%), Sul (13,7%), Centro-Oeste (12,2%) e Norte (2,3%).

Veja também