18/11/2019

Notícia/Região

Mulher vítima de explosão em abatedouro de aves em Santana do Jacaré segue internada

Foto: Thiago Luz / EPTV

Apenas uma das 12 vítimas do vazamento de amônia por causa da explosão em um abatedouro de frango em Santana do Jacaré (MG) continua internada. A mulher está na Santa Casa de Campo Belo, mas o hospital não divulgou o estado de saúde dela.

O abatedouro continua parcialmente interditado e o Núcleo de Emergências Ambientais deve fazer uma vistoria no local. A explosão no abatedouro de aves de Frango Santana foi pouco depois das 12h de segunda-feira (4) e assustou moradores.

A explosão foi no sistema de refrigeração, onde ficava armazenada a amônia. A fumaça logo se espalhou pelas ruas. As imagens mostraram o momento em que os funcionários correram para o lado de fora da empresa.

No abatedouro trabalham 130 pessoas e pelo menos 12, que estavam mais perto do local do acidente, precisaram ser socorridas. O entorno do abatedouro chegou a ser evacuado.

Os bombeiros fizeram uma vala para reter o material para não contaminar o Rio Jacaré, que passa atrás da empresa. A perícia da Polícia Civil foi acionada para tentar esclarecer as causas da explosão.

Veja também