21/07/2019

Notícia/Região

Motorista admite consumo de vodka e cerveja antes de acidente que matou 3 em rodovia de MG

Esposa de motorista embriagado e pai e filho morreram em acidente em MG — Foto: Reprodução Facebook / TerradoMandu

Esposa de motorista embriagado e pai e filho morreram em acidente em MG — Foto: Reprodução Facebook / TerradoMandu

O motorista que provocou o acidente que matou três pessoas na tarde deste sábado (23) na BR-459, entre Pouso Alegre (MG) e Congonhal (MG), não tinha carteira de habilitação. Além disso, o pedreiro, de 37 anos, estava embriagado. Ele admitiu para a polícia ter ingerido vodka e cerveja antes de assumir a direção do veículo.

O teste do etilômetro feito pela Polícia Rodoviária Federal apontou que ele estava com 0,81 de mg/litro de álcool no sangue.

Segundo testemunhas, o motorista da Tucson estaria fazendo várias ultrapassagens na BR-459, quando em determinado momento bateu de frente em um Gol que seguia no sentido contrário.

Morreram no acidente a esposa do motorista embriagado, a técnica de enfermagem Aline Frutuoso, de 33 anos e também pai e filho que estavam no Gol, o agricultor Ednaldo Carlos Ferreira, de 47 anos e o menino Luiz Eduardo Custódio Ferreira, de 10 anos.

Motorista de Tucson estava embriagado e não tinha carteira de habilitação em MG — Foto: Polícia Rodoviária Federal

Motorista de Tucson estava embriagado e não tinha carteira de habilitação em MG — Foto: Polícia Rodoviária Federal

Segundo a família, o pai levava o filho para cortar cabelo no momento do acidente. Eles moravam no bairro Canta Galo, zona rural de Pouso Alegre. Uma quarta vítima, que estava no banco de trás da Tucson, foi levada com ferimentos graves para o Hospital Samuel Libânio.

O motorista da Tucson ainda tentou fugir do local do acidente, mas foi impedido por populares e preso pela polícia. Ele foi levado para o Presídio de Pouso Alegre. Ele sofreu apenas ferimentos leves no acidente.

Pai e filho que morreram no acidente deverão ser sepultados na tarde deste domingo em Pouso Alegre. Já o corpo esposa do motorista que provocou o acidente, seria levado para ser sepultado em Congonhal.

Veja também