Olá, visitante        Cadastre | Esqueci minha senha

Notícias
Tamanho da Letra: A- A+ A+
Publicada em: 10/04/2018 por PORTAL CAMPO BELO às 00:14:11 | Fonte informação: G1 / Foto: Reprodução / EPTV
Fernão Dias já soma 64 tombamentos de carretas no Sul de Minas em 2018

Sessenta e quatro tombamentos de carretas já foram registrados na Rodovia Fernão Dias (BR-381) somente no Sul de Minas neste ano. De acordo com os dados da Arteris, concessionária responsável pela pista, o levantamento considerou o trecho entre Extrema e Santo Antônio do Amparo.

"Toda vez que você tem um acidente com tombamento, alguma coisa desse tipo, a rodovia, no mínimo, tem que ser interditada em uma faixa ou todas as faixas. Isso gera um transtorno geral para todo mundo que está trafegando. E a nossa obrigação é dar fluidez ao tráfego, então a gente tem todas as condições, mas isso demora tempo, demanda um determinado tempo, e isso provoca essas retenções grandes, que incomodam tanto os usuários que estão trafegando pela rodovia", explica Helvécio Tamm, diretor superintendente da Arteris, concessionária que administra a pista.

As ocorrências acontecem principalmente em trechos de serra, descidas, curvas acentuadas e com abuso da velocidade.

"Muitas das vezes é a velocidade que não é compatível com o local. E a qualidade da pista também. Essa pista, a gente paga pedágio aí, mas é uma pista horrível para trafegar com o caminhão", afirma o caminhoneiro Robson Batista.

Fernão Dias já soma 64 tombamentos de carretas no Sul de Minas em 2018, diz Arteris (Foto: Reprodução/EPTV)

 

"A rodovia Fernão Dias é uma rodovia de traçado antigo, então ela é uma rodovia sinuosa. As pessoas falam que a rodovia é perigosa, mas ela não é perigosa, ela é sinuosa. Então nós temos alguns seguimentos de serra, trechos de sequência de curvas, onde acontece a maior quantidade de tombamentos", diz Tamm.

Para quem viaja pela Fernão Dias com frequência, já se tornou comum ver tombamentos na rodovia.

"Bastantes tombamentos aí. Principalmente dia de chuva, que o povo acha que está andando em pista seca e não é a mesma coisa", conta o caminhoneiro Alisson Martins.

"Existem as questões do uso de bebida, uso de drogas, defeito mecânico. Excesso de peso também acaba causando uma falha mecânica, mas infelizmente a maior causa desses acidentes é imprudência por parte dos motoristas e, dentro da imprudência, o excesso de velocidade", ressalta o inspetor Émerson João Soares, da Polícia Rodoviária Federal.

A concessionária Arteris afirmou que vai fazer campanhas e reforçar a sinalização para alertar motoristas sobre os riscos do excesso de velocidade.

Email: portalcampobelo@gmail.com
Ainda não temos nenhum comentário para esta notícia
Veja também
Publicidade















(35) 99707-3488 WhatsAap

portalcampobelo@gmail.com

Página no Facebook: https://www.facebook.com/Portal-Campo-Belo-135874749928613/


Portal Campo Belo - www.portalcampobelo.com.br - 2018©Todos os direitos reservados | desenvolvido por Multiverso Web