Olá, visitante        Cadastre | Esqueci minha senha

Notícias
Tamanho da Letra: A- A+ A+
Atualizada às 09:40:06 do dia 12/08/2017 | Publicada em: 12/08/2017 por PORTAL CAMPO BELO às 08:37:01 | Fonte informação: EM
Polícia investiga fraude em máquinas de café no Sul de Minas
Participe do site Portal Campo Belo pelo whatsapp (35) 9 9707-3488
Fotos: Polícia Civil/ divulgação

A Polícia Civil alerta os produtores de café para que fiquem atentos para não serem vítimas de golpes e terem parte de sua produção furtada. A corporação apreendeu 32 máquinas com suspeita de terem sido modificadas, na última semana, no Sul de Minas. Os prejuízos chegam a R$ 288 mil para os donos de maquinários.

De acordo com o Chefe do Departamento de Polícia Civil em Poços de Caldas, Bráulio Stivanin Junior, ferramentas de inteligência foram usadas para desarticular o esquema criminoso. Em um sítio, na zona rural de Machado, foram retiradas dez sacas de café de uma das máquinas – o que correspondente a 600 quilos. 

“Estamos apreendendo as máquinas com suspeita de adulteração e buscando identificar todos os envolvidos. Temos aqui configurado o furto qualificado, cometido mediante fraude, e consideramos também a hipótese de haver uma organização criminosa com atuação na nossa região e também em São Paulo”, conta o delegado por meio da assessoria de imprensa. 

A suspeita de adulteração das máquinas surgiu no fim da safra passada, quando o Ministério Público, em Muzambinho, encaminhou a denúncia para investigação à cargo da polícia. De acordo com o delegado Adnan Cassiano Grava, o trabalho foi intensificado a partir do último mês de junho, no início do novo período de colheita. A partir dessa operação, foram feitas outras apreensões em propriedades rurais da região. 

Até o momento, foram realizadas operações nos municípios de Machado, onde foram recolhidas sete máquinas utilizadas no processo de limpeza dos grãos, em Serrania (duas), Muzambinho (seis), Alterosa (três), Nova Resende (duas), Botelhos (nove) e São Pedro da União (três). 

Segundo a polícia, foram encontradas cerca de 600 sacas – o que correspondente a 36 mil quilos de café beneficiado de origem ilícita. Somente em Muzambinho, foram apreendidas 206 sacas furtadas de uma propriedade de Poços de Caldas e um caminhão roubado de São Pedro da União. Considerando que o valor médio é de R$ 480 por saco, o prejuízo chega a cifras significativas: R$ 288 mil. 

Evite o golpe 

 A Polícia Civil orienta os produtores para evitar cair nas armadilhas: 

 - Acompanhar de perto o beneficiamento do café na propriedade rural, uma vez que é direito do produtor vistoriar a máquina ao final dos trabalhos; 

 - Buscar contratar máquinas vinculadas a cooperativas da região e, na falta, procurar prestadores de serviços recomendados por outros produtores; 

 - Ficar atento para quando houver grande diferença entre a colheita estimada e o volume obtido após a limpeza; 

- Procurar, imediatamente, a Polícia Civil de seu município quando suspeitar de que pode ter sido vítima da fraude.

Email: portalcampobelo@gmail.com
Ainda não temos nenhum comentário para esta notícia
Veja também
Publicidade




















(35) 99707-3488 WhatsAap

portalcampobelo@gmail.com

Página no Facebook: https://www.facebook.com/Portal-Campo-Belo-135874749928613/


Portal Campo Belo - www.portalcampobelo.com.br - 2017©Todos os direitos reservados | desenvolvido por Multiverso Web