21/10/2018

Notícia/Região

Polícia prende suspeitos de atacar e tentar incendiar base da PM em Lavras, MG

Participe do site Portal Campo Belo pelo whatsapp (35) 9 9707-3488

Oito pessoas foram presas e um menor apreendido suspeitos de participação no ataque à uma base da Polícia Militar de Lavras (MG) nesta quarta-feira (6). De acordo com a PM, o grupo tentou colocar fogo no posto policial. A ação estaria ligada às investidas contra veículos e prédios de segurança em diversos municípios de Minas Gerais que, segundo o Governo do Estado, foram ordenadas por uma facção criminosa.



O grupo foi detido após uma denúncia anônima. Segundo a PM, o primeiro suspeito, detido no Bairro dos Ipês, confessou ter participado do crime e alegou ter recebido ordens de outras pessoas para começar os ataques na cidade.



A polícia disse ainda que o homem afirmou que a primeira intenção era ataque ônibus de transporte urbano, o que foi evitado pela escolta realizada na cidade. Com isso, eles teriam decidido atacar a base.



Logo depois, os demais suspeitos foram localizados no bairro Lavrinhas e no Centro. Com eles, foram encontrados galões com resquícios de líquidos inflamáveis, um galão de gasolina e drogas. O grupo e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da cidade.



 



Ataques no Sul de Minas



 



Na madrugada desta quinta-feira, dois novos ataques foram registrados na região. Em Alfenas, criminosos dispararam contra uma base da Polícia Militar do Meio Ambiente. Em Varginha, tiros foram feitos em direção ao presídio.



Com isso, o Sul de Minas chegou ao quinto dia seguido com ataques a ônibus e veículos ou prédios de agentes de segurança. A ofensiva começou na noite de domingo (3). Até aqui, foram registrados:



 




  • 18 municípios atacados.

  • 36 veículos atacados.

  • 12 prédios atacados, sendo 11 de instituições de segurança pública.

  • mais de 40 prisões de suspeitos de envolvimento nos crimes.



 



Sul de Minas registrou ataques em pelo menos 18 cidades (Foto: Helder Almeida)



Sul de Minas registrou ataques em pelo menos 18 cidades (Foto: Helder Almeida)



 



Confira as cidades atingidas:



 



 




  1. Alfenas: 3 ônibus queimados e ataque à base da PM

  2. Brazópolis: tiros contra viatura da polícia

  3. Cambuí: coquetel molotov jogado dentro de agência bancária

  4. Cruzília: Tiros contra a delegacia

  5. Guaxupé: 6 ônibus queimados na garagem de empresa

  6. Itajubá: 2 ônibus queimados e 1 tentativa em outro ônibus

  7. Lavras: ataque a base da PM

  8. Machado: 1 ônibus queimado

  9. Monte Santo de Minas: 2 ônibus queimados na garagem da prefeitura

  10. Passos: 3 ônibus, 1 viatura da polícia e uma caminhonete queimados. Tiros contra o presídio e bases da polícia. Pedra com fogo na Câmara Municipal. Ataque contra um caminhão de lixo e uma van dos Correios.

  11. Poços de Caldas: Galpões de empresa e 2 ônibus queimados

  12. Pouso Alegre: 3 ônibus queimados

  13. Santa Rita do Sapucaí: caminhão da Copasa queimado

  14. São Bento Abade: três ônibus escolares queimados

  15. São Lourenço: Casa de um policial militar foi alvo de tiros; tentativa de queimar um ônibus

  16. Três Corações: Tentativa de queimar um ônibus

  17. Três Pontas: Fogo no carro de agente penitenciário

  18. Varginha: 1 viatura do Sistema Prisional e 1 ônibus queimados; ataque de tiros em presídio



 



 



Ataques em Minas Gerais



 



No quinto dia de investidas contra ônibus e locais públicos no estado, o número de veículos atacados passou dos 100. Desde domingo (3), foram 101 ataques, sendo 64 a ônibus, em 35 cidades.



 


Veja também