22/09/2018

Notícia/Geral

Cientistas descobrem possível causa para a depressão pós-parto

depressão pós-parto é uma condição comum entre mulheres que acabam de dar à luz – estima-se que uma a cada cinco  mães desenvolvam o distúrbio, podendo apresentar ansiedade, fadiga extrema, incapacidade de criar laços com a criança e pensamentos suicidas. Um novo estudo divulgado por pesquisadores americanos sugere que essa doença possa ser consequência de um desequilíbrio no sistema responsável por responder ao estresse, que deveria ser suprimido durante a gravidez. Os resultados foram publicados na última semana no periódico Psychoneuroendocrinology.



“A gravidez, obviamente, envolve grandes mudanças no corpo de uma mulher, mas agora estamos começando a entender importantes adaptações invisíveis ocorridas no nível neuroquímico, que podem ser importantes para manter a saúde mental e o comportamento materno nas primeiras semanas ou meses após o parto”, afirma a neurocientista e líder do estudo Laverne Camille Melón, da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, em comunicado. Os cientistas acreditam que a descoberta pode ajudar a desenvolver novos tratamentos para a condição, que além de afetar as mães, também pode comprometer o desenvolvimento e o comportamento da criança.


Veja também