18/06/2019

Notícia/Região

TRE marca novas eleições para prefeito e vice de Aguanil para 7 de julho

Foto: Ilustrativa

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) marcou nesta segunda-feira (6) a data para novas eleições para prefeito e vice em Aguanil (MG). A resolução foi publicada após o prefeito eleito, Sebastião Elói de Souza Campos (PV), morrer em outubro de 2017, o seu vice, Heliton Goulart Gonçalves (PSD), assumir e ser cassado por ' infrações político-administrativas', em processo encerrado em março deste ano.

A decisão do TRE-MG estabelece ainda os prazos para o processo eleitoral transcorrer na cidade:

  • 29 de maio a 2 de junho: partidos podem realizar convenções para escolher e inscrever seus candidatos.
  • 6 de junho: encerramento do prazo de candidatura junto à Justiça Eleitoral.
  • 7 de junho: início do período de propaganda eleitoral.
  • 7 de julho: das 8h às 17h, realização da votação.
  • até 26 de julho: prazo para diplomação dos candidatos eleitos.

A MATÉRIA CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE:

    

Ainda segundo a resolução do Tribunal Regional Eleitoral, podem votar os eleitores inscritos no município até o dia 6 de fevereiro de 2019. Durante todo este novo período eleitoral, os cartórios de Campo Belo, que respondem por Aguanil, funcionarão das 12h às 19h nos dias úteis, e das 13h às 19h aos sábados, domingos e feriados.

No Sul de Minas, além de Aguanil, Elói Mendes recebe eleições suplementares também no dia 7 de julho. No município, prefeito e vice foram cassados após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entender que houve abuso de poder político e econômico de Wilian Cadorini (PDT) e Marcos Miranda Sodré Mendes (PTB) durante as eleições de 2016.

Nas duas cidades, enquanto as eleições não são realizadas, os presidentes das câmaras de vereadores de cada município respondem pelo Executivo. Em Aguanil, o responsável atualmente é Dilermano Pinheiro (PSDB).

PUBLICIDADE

     

Veja também